Licitações para explorar pré-sal devem ocorrer no 1° semestre, diz Lobão

| Agência Brasil

Ao assumir nesta segunda-feira (3), pela segunda vez, o cargo de ministro de Minas e Energia, Edison Lobão afirmou que no primeiro semestre deste ano ocorrerá a 11ª rodada de licitações de concessão de áreas para a exploração de petróleo. Segundo ele, nessa rodada de discussões o objetivo é fazer a primeira etapa de licitações para a exploração da camada pre-sal no sistema de partilha. Além disso, de acordo ele, até o fim de 2011 serão feitos os leilões das áreas de petróleo e gás natural do pré-sal.

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, advertiu que para isso é necessário que o Congresso Nacional defina o cálculo a ser adotado para os royalties do petróleo (compensações financeiras devida pelas empresas que exploram petróleo no país). “Acho que o Congresso nacional vai nos ajudar, e a licitação das áreas deve ocorrer o fim do ano”, ressaltou Lobão.

As afirmações de Lobão e Gabrielli ocorreram durante a cerimônia de transmissão de cargo do novo ministro, nesta manhã, no Ministério de Minas e Energia em Brasília. Ele substitui Márcio Zimermann.

No final do ano passado, a Câmara aprovou o texto básico que cria o marco regulatório do pré-sal. O novo sistema de exploração de petróleo vai substituir o atual mecanismo de concessão. O modelo deve definir como a produção de cada campo de petróleo será partilhada entre o consórcio vencedor da licitação e a União.

No último dia 22, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a lei que define as novas regras para a exploração de petróleo na camada do pré-sal. Ele vetou o artigo que determinava a divisão dos royalties do petróleo entre todos os estados e municípios brasileiros. Outro artigo vetado destinava metade do dinheiro do Fundo Social do pré-sal a programas de educação.

Lula encaminhou ao Congresso um projeto de lei que garante uma parcela maior de recursos aos estados produtores de petróleo. Assim, cumpre o acordo fechado com os governadores dos principais estados produtores – Rio de Janeiro e Espírito Santo – no ano passado.

O modelo aprovado pelos parlamentares e vetado pelo presidente previa a partilha dos royalties conforme os percentuais do Fundo de Participação dos Estados e dos Municípios. Caberia à União compensar os estados produtores pelas perdas com a divisão.

A lei sancionada por Lula muda o modelo de exploração de petróleo do pré-sal, de concessão para partilha. De acordo com a lei, empresas serão contratadas para explorar os blocos e terão que dividir os lucros com a União. Serão escolhidas as empresas que oferecerem a maior parcela da produção ao governo.

Últimas notícias

24/11 - 18:46 Após suspensão, Dirceu volta para Brasília 24/11 - 18:42 MPF-RJ encontra documentos que comprovam existência da Operação Condor 24/11 - 18:40 Arrecadação deverá fechar 2014 sem crescimento real, estima Receita 24/11 - 15:32 Desonerações e baixa arrecadação do Refis derrubam arrecadação em outubro 24/11 - 15:30 Balança comercial foi principal responsável no déficit das transações correntes 24/11 - 15:28 Dólar em alta provoca queda nos gastos de brasileiros no exterior 24/11 - 15:27 TJ delimita atribuições de relator no julgamento 24/11 - 09:43 Papa reúne-se com "conselho de ministros" para discutir reforma na Cúria 24/11 - 09:41 Micro-ônibus é incendiado na zona norte de São Paulo 24/11 - 09:39 Preços ao consumidor avançam na terceira semana do mês 24/11 - 09:37 Mascotes dos Jogos Rio 2016 representam variedade da fauna e flora brasileiras 21/11 - 20:08 Estimativa oficial de crescimento da economia cai para 0,5% 21/11 - 20:06 Rio tem 82% dos municípios em situação satisfatória no combate à dengue 21/11 - 20:03 Dólar fecha no menor valor em 16 dias e bolsa sobe mais de 5% 21/11 - 15:42 Governo dá incentivo fiscal para a produção de biodiesel 21/11 - 15:40 Governo do Rio muda data do Dia D de vacinação contra pólio e sarampo 21/11 - 15:38 Desaparecimento forçado sinaliza crise humanitária no México 21/11 - 10:44 Juízo originário julga rescisão contra Encol

Edição Digital

Edição 24/11/14

© 2010 Copyright Diários Associados Todos os direitos reservados

O uso deste site está sujeito aos termos de uso. Ao continuar usando esta página, você concorda em cumprir com estes termos.