Após 21 anos, Brasil reinaugura embaixada no Iraque

| Agência Brasil
Brasília – Depois de 21 anos, o Brasil terá representação diplomática em Bagdá, no Iraque. A partir deste mês a Embaixada do Brasil no Iraque passará a funcionar de forma plena, segundo diplomatas que estão nesta missão. O embaixador Anuar Nahes assumiu o posto em janeiro, mas se mudou para o país no começo deste mês. O setor consular já está funcionando na representação em Bagdá.

Ainda não há dados precisos sobre o número de brasileiros no país, mas esse levantamento está sendo feito pelo governo. A reabertura de uma embaixada inclui desde a organização da estrutura física da representação à definição de tarefas dos setores específicos, além das questões burocráticas, há as jurídicas, políticas, econômicas e comerciais.

Uma das primeiras tarefas da embaixada é organizar uma reunião entre os integrantes da Comissão Mista Brasil e Iraque. Desde 2006, os assuntos diplomáticos referentes ao Iraque são conduzidos por um escritório em Amã, na Jordânia.

Nesta semana, funcionários locais e do Ministério das Relações Exteriores concluem a tarefa de preparar documentos e mobílias para a transferência a Bagdá.

A reabertura de uma embaixada no Iraque ocorre no momento em que o país vive sob clima de tensão. Nas últimas horas, vários carros-bomba explodiram em algumas cidades iraquianas provocando mais de 30 mortes e deixando pelo menos 100 feridos. A comunidade internacional tenta apoiar a busca pela estabilização política, econômica e social da região.

Em novembro do ano passado, o Itamaraty confirmou a reabertura da embaixada no Iraque. Em 1991, a representação foi fechada devido aos conflitos que colocavam em risco a permanência dos profissionais no país.

Últimas notícias

29/10 - 18:54 Bovespa fecha na mínima após Fed, em queda de 2,45%, pressionada por blue chips 29/10 - 18:50 ONU pede ajuda urgente para evitar novo surto de fome na Somália 29/10 - 18:47 PM do Rio exonera dos cargos cinco oficiais investigados por suspeita de fraudes 29/10 - 15:13 Equador e Peru eliminam 4 mil minas terrestres em suas fronteiras 29/10 - 15:04 Desemprego diminui na região metropolitana de São Paulo 29/10 - 15:00 Armas são roubadas dentro do Batalhão de Choque da PM do Rio 29/10 - 14:57 Aneel inclui hidrelétricas em leilão de energia previsto para novembro 29/10 - 14:56 Arrecadação de setembro chega a R$ 90,7 bilhões, recorde para o mês 28/10 - 19:27 Bovespa avança 3,6% com estrangeiros e expectativas sobre ministro da Fazenda 28/10 - 19:24 Modelo para reforma política divide o Congresso e deve ficar para 2015 28/10 - 19:20 Crédito imobiliário cresceu 12% em setembro, diz Abecip 28/10 - 19:19 Nível dos mananciais de São Paulo cai e preocupa especialista 28/10 - 19:18 Prefeitura anuncia mudanças nas linhas de ônibus no centro do Rio 28/10 - 19:15 STF concede progressão de regime aberto ao ex-ministro José Dirceu 28/10 - 16:19 Rigidez muscular é a sequela mais comum em pacientes de AVC 27/10 - 19:07 Ibovespa recua após reeleição de Dilma; Petrobras PN despenca 12% 27/10 - 19:05 Rio recolhe 68 toneladas de lixo no segundo turno das eleições 27/10 - 19:04 No dia seguinte à reeleição, dólar fecha no nível mais alto em nove anos

Edição Digital

Edição 30/10/14

© 2010 Copyright Diários Associados Todos os direitos reservados

O uso deste site está sujeito aos termos de uso. Ao continuar usando esta página, você concorda em cumprir com estes termos.