Senadores vão ouvir representantes da Chevron sobre vazamento na Bacia de Campos

| Agência Brasil
Brasília - Representantes da empresa petrolífera norte-americana Chevron terão que prestar esclarecimentos à Comissão de Meio Ambiente do Senado sobre o vazamento de óleo no Campo de Frade, na Bacia de Campos, identificado na semana passada.

A audiência pública, na quinta-feira (22), convocada pelo presidente da comissão, senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), também vai ouvir representantes da Agência Nacional do Petróleo (ANP), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), do Ministério Público Federal (MPF) e o delegado de Meio Ambiente e Patrimônio Histórico da Polícia Federal, Fábio Scliar.

No último dia 4, a Chevron comunicou o derramamento de óleo próximo do local onde ocorreu o primeiro vazamento em novembro do ano passado. A ANP criou um comitê formado por técnicos da petrolífera, da Petrobras e da Frade Japão Petróleo – que detêm participação na concessão – para avaliar os novos pontos de vazamento de óleo no solo marinho.

Técnicos da agência constataram na última quinta-feira (15), por meio de filmagens submarinas, cinco pontos de vazamento ao longo de uma fissura de 800 metros de extensão. Foi identificado o aparecimento de gotículas de óleo, em uma vazão reduzida.

Uma liminar – concedida na semana passada pelo juiz Vlamir Costa Magalhães, da 4ª Vara Federal Criminal, no Rio de Janeiro – impede a saída do país de 17 executivos e profissionais da Chevron Brasil e da Transocean Brasil, sem que haja autorização judicial.

Entre os nomes está o do presidente da Chevron Brasil Petróleo, George Raymond Buck III, de origem americana. A decisão atende a pedido do procurador da República em Campos, Eduardo Santos de Oliveira. Segundo o MPF, os 17 executivos e profissionais ligados à companhia devem ser denunciados à Justiça e processados. Caso isso ocorra, eles terão que entregar os passaportes em Campos.

Últimas notícias

24/10 - 18:30 Após quatro pregões de queda, Bovespa avança 2,4% com especulações eleitorais 24/10 - 18:27 TRE do Rio não vai proibir venda de bebidas alcoólicas no segundo turno 24/10 - 18:26 Presidente do TST diz que decisões do tribunal não são protecionistas 24/10 - 18:24 Gastos de brasileiros no exterior batem recorde em setembro 24/10 - 11:47 Venezuela reforça medidas de combate ao contrabando de alimentos e medicamentos 24/10 - 11:42 Forças federais atuarão no Maranhão para garantir segurança no segundo turno 24/10 - 11:40 Setembro registra déficit de US$ 7,9 bilhões em transações correntes 23/10 - 18:42 Bovespa cai à mínima em 6 meses por chance maior de reeleição de Dilma 23/10 - 18:38 Datafolha mostra Dilma liderando com 6 pontos à frente de Aécio 23/10 - 17:48 STF mantém valores de indenização do seguro Dpvat 23/10 - 17:41 Delegada é encontrada morta em casa na zona oeste do Rio 23/10 - 17:37 Defesa Civil vai distribuir água em Itu com caminhões-pipa 23/10 - 14:05 CNI: indicadores industriais melhoram, mas desaquecimento "ainda é expressivo" 23/10 - 14:03 Indústria quer quebrar barreiras e explorar melhor a biodiversidade 23/10 - 14:03 Indústria quer quebrar barreiras e explorar melhor a biodiversidade 23/10 - 13:48 Concessionárias de energia do Rio adotam esquema especial para domingo 23/10 - 13:46 Emprego formal fica estável há 21 meses na comparação mensal 22/10 - 19:09 Novo Datafolha repete Dilma com 52% e Aécio com 48% dos votos válidos

Edição Digital

Edição 22/10/14

© 2010 Copyright Diários Associados Todos os direitos reservados

O uso deste site está sujeito aos termos de uso. Ao continuar usando esta página, você concorda em cumprir com estes termos.