Senadores vão ouvir representantes da Chevron sobre vazamento na Bacia de Campos

| Agência Brasil
Brasília - Representantes da empresa petrolífera norte-americana Chevron terão que prestar esclarecimentos à Comissão de Meio Ambiente do Senado sobre o vazamento de óleo no Campo de Frade, na Bacia de Campos, identificado na semana passada.

A audiência pública, na quinta-feira (22), convocada pelo presidente da comissão, senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), também vai ouvir representantes da Agência Nacional do Petróleo (ANP), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), do Ministério Público Federal (MPF) e o delegado de Meio Ambiente e Patrimônio Histórico da Polícia Federal, Fábio Scliar.

No último dia 4, a Chevron comunicou o derramamento de óleo próximo do local onde ocorreu o primeiro vazamento em novembro do ano passado. A ANP criou um comitê formado por técnicos da petrolífera, da Petrobras e da Frade Japão Petróleo – que detêm participação na concessão – para avaliar os novos pontos de vazamento de óleo no solo marinho.

Técnicos da agência constataram na última quinta-feira (15), por meio de filmagens submarinas, cinco pontos de vazamento ao longo de uma fissura de 800 metros de extensão. Foi identificado o aparecimento de gotículas de óleo, em uma vazão reduzida.

Uma liminar – concedida na semana passada pelo juiz Vlamir Costa Magalhães, da 4ª Vara Federal Criminal, no Rio de Janeiro – impede a saída do país de 17 executivos e profissionais da Chevron Brasil e da Transocean Brasil, sem que haja autorização judicial.

Entre os nomes está o do presidente da Chevron Brasil Petróleo, George Raymond Buck III, de origem americana. A decisão atende a pedido do procurador da República em Campos, Eduardo Santos de Oliveira. Segundo o MPF, os 17 executivos e profissionais ligados à companhia devem ser denunciados à Justiça e processados. Caso isso ocorra, eles terão que entregar os passaportes em Campos.

Últimas notícias

22/08 - 20:31 Ibovespa fecha em baixa após seis altas consecutivas 22/08 - 20:24 Denúncia pelo Whatsapp ajuda polícia do Rio a prender traficante 22/08 - 20:22 Marina Silva pede registro ao TSE para concorrer à Presidência 22/08 - 20:21 Dilma defende obras de mobilidade e diz que não há situação de desemprego 22/08 - 15:16 Rio: serviço de odontologia do Hospital Cardoso Fontes é ampliado 22/08 - 15:14 OMS vai fazer consulta sobre potencial vacina contra o ebola 22/08 - 15:14 Lucro do BNDES no primeiro semestre é o maior da história para o período 22/08 - 15:13 Aécio promete mais investimento em acessibilidade 22/08 - 09:43 Bienal do Livro começa nesta sexta-feira no Anhembi, em SP 22/08 - 09:41 Síria: número de mortos sobe para 191.369 22/08 - 09:40 Consumidor brasileiro acredita em inflação de 7,2% nos próximos 12 meses 21/08 - 14:21 Aeronáutica não tem prazo para concluir leitura de dados do avião acidentado 21/08 - 14:09 TSE recebe mais de 93 mil solicitações de voto em trânsito 21/08 - 14:07 Ebola: mais de 100 médicos vão controlar fronteiras na Guiné-Conacri 21/08 - 14:04 Onda de assaltos preocupa moradores e comerciantes de Niterói 21/08 - 14:02 Reajuste salarial: 93% das negociações resultaram em aumento maior que o INPC 21/08 - 13:59 Número de consumidores inadimplentes atinge recorde de 57 milhões no país 21/08 - 10:04 Ministério libera R$ 55,4 milhões para reestruturar hospitais universitários

Edição Digital

Edição 22/08/14

© 2010 Copyright Diários Associados Todos os direitos reservados

O uso deste site está sujeito aos termos de uso. Ao continuar usando esta página, você concorda em cumprir com estes termos.