Índice de Intenção de Consumo das famílias tem queda em março

| Agência Brasil
O Índice de Intenção de Consumo das Famílias (ICF), pesquisa mensal da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgada nesta terça-feira (20), registrou em março queda de 3,8%, situando-se em 135,6 pontos, na comparação com o mês anterior. Na comparação anual, no entanto, o ICF apresentou variação positiva de 0,9%, o que, segundo a pesquisa, mostra uma visão otimista em relação ao futuro da economia.

De acordo com o economista Bruno Fernandes, da CNC, o recuo observado em março, em comparação a fevereiro, indica que as famílias mantêm sua disposição ao consumo, “mas estão mais cautelosas, evitando  euforia”. Para ele, essa cautela reflete a preocupação com os gastos. “O ponto principal é o próprio nível de endividamento das famílias. Isso faz com que elas tenham mais cautela em relação ao consumo. A taxa de inadimplência vem crescendo desde o segundo semestre de 2011, mas a gente percebe que as famílias ainda têm condições de continuar gastando”.

Para Fernandes, a segurança no emprego é fator primordial para que, em uma perspectiva futura, as famílias continuem mantendo a intenção de consumo, principalmente em relação aos próximos meses. “A alta do salário mínimo também contribuiu para esse otimismo”, complementa Bruno Fernandes.

A Pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias  é um indicador concebido pela CNC com a finalidade de medir a avaliação que os consumidores fazem dos aspectos importantes da condição de vida de suas famílias, como a capacidade de consumo atual e a curto prazo, o nível de renda doméstico, a segurança no emprego e a qualidade de consumo.

Últimas notícias

26/02 - 18:41 Ibovespa reduz queda com elétricas ajudando a mitigar pressão de Vale 26/02 - 18:40 Ibovespa reduz queda com elétricas ajudando a mitigar pressão de Vale 26/02 - 18:40 Ibovespa reduz queda com elétricas ajudando a mitigar pressão de Vale 26/02 - 18:37 Ministério Público diz que falta atendimento de saúde a presos doentes no Rio 26/02 - 18:34 Obstrução de estrada dá multa de até R$ 10 mil por hora, diz ministro da Justiça 26/02 - 11:41 Estado Islâmico sequestrou 200 cristãos assírios nos últimos três dias 26/02 - 11:38 Chuvas ajudam a elevar pela 21ª vez nível do Cantareira 26/02 - 11:35 Percentual de famílias inadimplentes cai para 17,5% em fevereiro 26/02 - 11:32 IBGE: desemprego sobe 1 ponto percentual em janeiro e atinge 5,3% 25/02 - 12:46 Paralisação de caminhoneiros ameaça abastecimento de hortifrutigranjeiros no Rio 25/02 - 12:42 STJ nega pedido de liberdade de empresário preso na Lava Jato 25/02 - 12:40 Arrecadação de impostos e de contribuições teve queda de 5,44% em janeiro 25/02 - 12:37 Servidores públicos agendam reunião com governo para discutir reajuste salarial 25/02 - 12:36 Operações de crédito do sistema financeiro registram queda de 0,2% em janeiro 24/02 - 14:20 Aneel facilita importação de energia elétrica 24/02 - 14:17 Ministério Público Federal apresenta denúncia contra Nestor Cerveró 24/02 - 14:14 Trabalhadores e representantes da GM tentam acordo para acabar com greve 24/02 - 14:11 Em 2014, ano em que a moeda norte-americana teve sucessivas altas, o maior volume de gastos de brasi

Edição Digital

Edição 02/03/15

© 2010 Copyright Diários Associados Todos os direitos reservados

O uso deste site está sujeito aos termos de uso. Ao continuar usando esta página, você concorda em cumprir com estes termos.