Brasil vai cobrar explicações de autoridades da Austrália sobre morte de brasileiro

| Agência Brasil
Brasília – O governo do Brasil se prepara para cobrar das autoridades da Austrália explicações sobre as circunstâncias que provocaram a morte do estudante brasileiro Roberto Laudisio Curti, de 21 anos, anteontem (18). Informações preliminares indicam que Curti foi atingido por uma série de disparos de armas elétricas usadas por policiais. O brasileiro foi morto durante perseguição policial em Sydney, a cidade mais populosa do país.

As autoridades brasileiras querem esclarecer em detalhes as circunstâncias que levaram o jovem à morte. As primeiras informações são que Curti foi perseguido por policiais que desconfiaram que ele havia furtado biscoitos de uma loja de conveniência. Curti foi detido com armas elétricas e gás de pimenta.

O cônsul-geral do Brasil na Austrália, Américo Fontenelle, acompanha pessoalmente as investigações e a assistência prestada à família de Curti, segundo o Ministério das Relações Exteriores. 

Em 2005, o mineiro Jean Charles de Menezes, de 27 anos, foi morto por policiais em Londres , na Grã-Bretanha, ao ser confundido com um suspeito terrorista em um trem do metrô da capital britânica. A morte dele ocorreu depois de uma série de atentados ao sistema de transporte público de Londres.

Curti morava em Sydney há menos de um ano e foi para a Austrália estudar inglês. O jovem dividia a moradia com amigos, mas tinha uma irmã vivendo na cidade e casada com australiano. Desde domingo (18), o Itamaraty, a Embaixada do Brasil na Austrália e o consulado em Sydney estão em contato com a família do estudante.

Últimas notícias

24/10 - 18:30 Após quatro pregões de queda, Bovespa avança 2,4% com especulações eleitorais 24/10 - 18:27 TRE do Rio não vai proibir venda de bebidas alcoólicas no segundo turno 24/10 - 18:26 Presidente do TST diz que decisões do tribunal não são protecionistas 24/10 - 18:24 Gastos de brasileiros no exterior batem recorde em setembro 24/10 - 11:47 Venezuela reforça medidas de combate ao contrabando de alimentos e medicamentos 24/10 - 11:42 Forças federais atuarão no Maranhão para garantir segurança no segundo turno 24/10 - 11:40 Setembro registra déficit de US$ 7,9 bilhões em transações correntes 23/10 - 18:42 Bovespa cai à mínima em 6 meses por chance maior de reeleição de Dilma 23/10 - 18:38 Datafolha mostra Dilma liderando com 6 pontos à frente de Aécio 23/10 - 17:48 STF mantém valores de indenização do seguro Dpvat 23/10 - 17:41 Delegada é encontrada morta em casa na zona oeste do Rio 23/10 - 17:37 Defesa Civil vai distribuir água em Itu com caminhões-pipa 23/10 - 14:05 CNI: indicadores industriais melhoram, mas desaquecimento "ainda é expressivo" 23/10 - 14:03 Indústria quer quebrar barreiras e explorar melhor a biodiversidade 23/10 - 14:03 Indústria quer quebrar barreiras e explorar melhor a biodiversidade 23/10 - 13:48 Concessionárias de energia do Rio adotam esquema especial para domingo 23/10 - 13:46 Emprego formal fica estável há 21 meses na comparação mensal 22/10 - 19:09 Novo Datafolha repete Dilma com 52% e Aécio com 48% dos votos válidos

Edição Digital

Edição 22/10/14

© 2010 Copyright Diários Associados Todos os direitos reservados

O uso deste site está sujeito aos termos de uso. Ao continuar usando esta página, você concorda em cumprir com estes termos.